Aprenda a montar sua própria gallery wall

Uma das maiores dúvidas que aparecem na hora de pendurar os quadros é sobre a maneira correta de dispô-los. Existem medida certas? Pregos ou adesivos? As imagens precisam conversar entre si? Para esclarecer essas e outras questões, confira essas dicas e faça sua galley wall.


Qual parede escolher?

Para começar é preciso optar por um espaço especial que você queira dar destaque. Pode ser atrás da cama, do sofá, ao lado da mesa de jantar ou até mesmo a da escada. O importante é eleger um espaço especial que você tenha sempre o prazer de observar.

Como posicioná-los?

Não existem regras na hora de fixar as peças. Você pode criar linhas imaginárias e fazer uma composição simétrica ou apostar em espaçamentos diferentes para um arranjo despojado. Tudo depende do estilo do ambiente e qual resultado você deseja atingir. Fazer o molde com papel craft marcando o lugar que cada quadro deve ficar é uma boa solução para testar as possibilidades.

Como os quadros devem ser dispostos perto da escada?

Se você for usar a parede da escada para dispor suas obras preferidas, alinhe-as acompanhando a subida dos degraus. Você pode usar molduras com o mesmo tamanho ou não, mas sempre manter uma linha diagonal como base para manter a harmonia estética.

Qual a melhor maneira de colocá-lo?

Algumas pessoas preferem os tradicionais pregos, mas também existem outras opções. Para quadros mais leves, opte por fitas adesivas especiais. Em lojas de materiais de construção é possível encontrar suportes metálicos que são colados na parede e não precisam de furos.

Crie sua própria galley wall

Ainda tem dúvidas de como criar sua galeria? Inspire-se em algumas opções.

Alinhamento clássico – modelos com tamanhos iguais podem ser dispostos de maneira ordenada.

Com a canaleta – para quem tem receio de errar as alturas dos pregos, vale colocar uma canaleta para apoiar as obras de modo linear.

Misturando tamanhos – uma composição mais ousada pede diferentes medidas dispostos de modo irregular.

Forma espiral – criar uma esfera de quadros é uma opção criativa e diferente para destacar a parede.

Mix and match – diversos materiais, formas e tamanhos são bem-vindos para deixar a galeria mais ousada.

Fonte: westwing.com.br

Publicado em Decoração | Deixar um comentário

Vai reformar e não sabe quanto vai gastar? Veja dicas

Você vai fazer alguma reforma em casa e quer calcular quanto vai gastar? Segundo a arquiteta Laurimar Coelho, antes de uma obra só é possível ter uma estimativa.

“A cada etapa é preciso fazer um orçamento, até porque alguns têm validade”, explica. “Você chama um pintor e o orçamento vale até 30 dias, por exemplo. Para uma mesma reforma cotei com dois empreiteiros. Um cobrou R$ 75 mil e o outro R$ 15 mil!”, exemplifica.

A arquiteta lembra que, entre lojas de material de construção, a variação é grande também. “Nas lojas tipo home center os preços costumam ser mais em conta, mas a variedade é menor. Já nas butiques, o consumidor encontra boas peças, como pisos e azulejos, mas os preços são mais altos, às vezes o dobro”, alerta Laurimar.

Segundo ela, há ainda orçamentos vinculados à disponibilidade de mão de obra, estoque de produtos na loja, oscilação do dólar, entre outros fatores.

A arquiteta Adriana Victorelli considera os projetos de arquitetura primordiais para o início do planejamento das reformas e construções.

“Ali deverão estar especificados todos os itens, desde o valor do pedreiro, gesseiro, eletricista, passando pelo piso, modelo e quantidade de luminárias, as cores das paredes até o modelo do sofá e o tecido da cortina”, detalha.

Na opinião de Adriana, só com tudo definido pode-se fazer um levantamento de custo fiel e depois pesar ou substituir algumas peças que, por ventura, ficarem fora do gasto pretendido.

Quanto aos valores de mão de obra, Adriana explica que variam muito de região para região, assim como pela qualidade do serviço prestado.

“Hoje, em São Paulo, a estimativa para decorar de ponta a ponta um apartamento entregue cru varia de R$ 1.000 a R$ 3.000 o metro quadrado. Os valores são muito variados, pois dependem da qualidade dos produtos e serviços, assim como dos modelos escolhidos, cuja variação é imensa no mercado”, explica a arquiteta.

Pagamento – Segundo Laurimar, o pagamento de profissionais varia muito e deve ser definido caso a caso. “Mas não recomendo pagar à vista. Deve-se combinar o acerto de acordo com o andamento da obra e, de preferência, por empreitada e não por dia de trabalho”, aconselha.

Adriana acrescenta que alguns escritórios de arquitetura trabalham com administração de obra planejada. “Uma das vantagens é justamente mediar esse relacionamento prestador/fornecedor e cliente”, pontua.

Segundo ela, mesmo quando negociado valor à vista, os pagamentos devem ter parte do saldo quitado na entrega do serviço para evitar surpresas desagradáveis.

Ela ressalta que os melhores descontos são conseguidos no mercado com valores à vista. Além disso, os escritórios possuem valores exclusivos na compra de produtos junto aos fornecedores graças a cadastros de fidelidade e frequência de negociação entre escritórios e fornecedores.

Fonte: revista.zapimoveis.com.br

Publicado em Construção Civil, Imóveis | Deixar um comentário

Como combinar diferentes pedras na cozinha sem cair no exagero

Com o poder de enriquecer qualquer projeto, diferentes pedras naturais podem aparecer juntas num mesmo ambiente. Profissionais da área orientam sobre como obter resultados espetaculares, sem cair no exagero.

Para quem quer um projeto elegante e sofisticado, as pedras ornamentais são a escolha precisa. Neste contexto, o mix de pedras diferentes surge como uma excelente opção para trazer uma roupagem ainda mais nobre ao espaço. Mas é preciso cuidado na hora de combinar as rochas para não carregar o lugar e quebrar a harmonia.

“Uma boa dica para não errar é respeitar as características de cada pedra. Algumas não caem bem na cozinha, por exemplo. Outras não podem ser utilizados em banheiros. Então, não adianta lançar mão das pedras em locais onde elas não se adéquam que não vai dar certo. Outro detalhe que se deve ficar atento é com as cores. Deve-se manter a harmonia. O ideal é que um profissional de arquitetura/decoração faça essa análise”, explica Marcelo Milagre, diretor de uma marmoraria.

Segundo ele, qualquer pedra pode ser utilizada para criar um conjunto que vai trazer mais charme e requinte ao ambiente. Foi exatamente isso que fez a arquiteta Izabela Dinelli. A profissional combinou diferentes pedras de forma inteligente e criativa em uma cozinha. O resultou foi um projeto chique harmonioso que criou um clima muito agradável.

“Projetei uma cozinha e busquei nas pedras ornamentais o charme, a beleza e a sofisticação que o cliente solicitou para o ambiente. Utilizei um granito preto no piso e nas bancadas, como base para o ambiente. Já para revestir a ilha, a protagonista da cozinha, lancei mão do quartzito”, destaca Izabela.

A arquiteta conta como deve ser feita a escolha das pedras que irão compor o ambiente: “A ideia é ter apenas uma pedra de maior destaque e as demais neutras. Opte por dois modelos diferentes no máximo. Caso uma das pedras usadas seja exótica, as outras devem ser mais lisas”.

Ela também dá dicas para não errar na hora de combinar diferentes pedras ornamentais. “Opte por um tom e siga sempre as nuances dele. Para quebrar a monotonia em um ambiente todo em pedras e tons bege, por exemplo, ouse com uma pedra vermelha ou verde. Não tem como dar errado. Você mescla estilos e tons sem carregar”, ensina Izabela.

A profissional encerra elegendo os quartizitos como os queridinhos na hora de mesclar pedras para tornar um espaço mais atraente e encantador: “Os quartzitos são pedras fantásticas e que merecem sempre um lugar de destaque”.

Fonte: bonde.com.br

Publicado em Decoração | Deixar um comentário

5 edifícios que mostram o futuro da arquitetura

Todo mundo em certo tempo é apaixonado por arquitetura, prédios gigantes e diferentes, quase surreais, aqueles que parecem futurísticos e totalmente de outra era, e também os que são totalmente coloridos. E então felizmente aparecem prédios e um livro que mostra a revolução da arquitetura. O futuro da arquitetura em 100 edifícios é um livro escrito pelo arquiteto americano Marc Kushner, recentemente publicado pelo TED Books /Simon & Schuster. Na obra, ele teorizou sobre ”nova era da arquitetura”, em que ele descreve como uma época em que os edifícios não serão considerados como abrigos, mas como elementos artísticos, estéticos e inspiradoras que são partes da paisagem urbana. Confira alguns deles:

Arca Nova, em Matsushima, Japão


Projetado por Arata Isozaki e Anish Kapoor, esta sala de concertos inflável e móvel é feita de uma membrana de plástico elástico que traz arte e esperança pela terra devastada e pelo terremoto no Japão. O local de 500 assentos, pode inflar em menos de duas horas e, quando deflacionado, pode mover-se para um novo local na parte traseira de um caminhão.

Tverrfjellhytta pavilhão rena na Hjerkinn, Noruega


A pista de caminhada leva a uma espetacular vista para a cordilheira Dovrefjell na região central da Noruega, lar de alguns dos últimos remanescentes rebanhos de renas selvagens na Europa. Um pavilhão musculoso projetado por Snøhetta convida os visitantes a se aquecer, observando os animais. A estrutura é um exercício de material de contraste – uma camada exterior rígida de aço bruto e casas de vidro de um núcleo de madeira macia em forma de as rochas próximas, que foram erodidos pelos ventos e água corrente durante séculos.

Metropol Parasol, em Sevilha, na Espanha


Quando os oficiais Sevilha decidiu substituir o estacionamento e estação de ônibus no centro da cidade, eles ficaram surpresos ao descobrir ruínas romanas abaixo da superfície. O que fazer?  Esta estrutura, por J. Mayer H. Architects, foi o esquema de ganhar em uma competição internacional. Seu design protege as ruínas, oferece espaço para lojas e cafés e cria uma grande praça pública para a cidade ainda vibrante. Os seis dispositivos de sombreamento cogumelo como proporcionar alívio do intenso sol da Andaluzia, e os visitantes podem subir até o topo para apreciar uma vista panorâmica da cidade murada. No entanto, a parte mais louca deste marco não é a sua forma, mas que ele é feito principalmente de madeira. É a maior estrutura colada na Terra.

Alcabideche Complexo Social, em Alcabideche, Portugal


Este complexo habitacional exclusivo para idosos reflete a ênfase cultural de Portugal na qualidade de vida. O componente humano é crucial em cada peça de design Guedes Cruz Arquitectos, que se baseia em uma cidade mediterrânea – ruas, praça e jardins são uma extensão de cada residência. Telhados translúcidos acender quando a noite cai, para garantir que os moradores idosos podem se movimentar livremente durante a noite. Este sistema de iluminação também torna-se crucial em caso de emergência: acionar um alarme dentro da casa muda a luz do telhado do branco ao vermelho, sinalizando a necessidade de ajuda.

Sede China Central Television, em Pequim, China


A sede da China Central Television (CCTV) por OMA combina todo o processo de tomada de TV – administração, produção, transmissão – em um único ciclo de atividades conectadas. A forma do edifício oferece uma alternativa para o arranha-céu tradicional, incentivando atividades de colaboração dentro e oferecendo uma quantidade sem precedentes de acesso do público aos sistema de produção de mídia da China. Novo engajamento público cria novas formas.

Fonte: catracalivre.com.br

Publicado em Construção Civil, Imóveis, Sustentabilidade | Deixar um comentário

Caixas organizadoras escondem a bagunça e dão charme à decoração

decoração cestos artesanato

As caixas organizadoras são ótimas para deixar a casa arrumada. Mas você pode utilizar os cestos para dar um charme também na decoração. São versáteis, uteis para diferentes situações e tem característica de decoração rústica.

A sala costuma ser um ambiente que acumula muitos objetos como CD de música, DVD, livros e chaves. Os cestos de palha são ótimos para limpar a bagunça e deixar tudo organizado.

Outra ideia é utilizá-los no hall do apartamento. Pode ser um apoio para guarda-chuvas ou então para flores, por exemplo.

organização casa

O banheiro é outro local que necessita de uma organização maior. São muitos acessórios juntos. Os cestos podem ser uteis para guardar toalhas, algodão e rolos de papel higiênico.

E na cozinha, também fica bonito? Como são versáteis, se encaixam em qualquer ambiente e podem servir como organizadores para frutas, verduras e panos de prato.

Os cestos se encaixam facilmente, também, como peças de decoração. Podem ser presos na parede para servir de suporte para vasos ou até mesmo como enfeite.

Fonte: revista.zapimoveis.com.br

Publicado em Decoração | Deixar um comentário

Pequenos ambientes, grandes truques

Casas e apartamentos compactos pedem por soluções inteligentes. Na hora de pensar a decoração de ambientes pequenos precisamos tirar as medidas, reaproveitar o que já temos e ser criativo. Confira cinco dicas simples para você otimizar cada centímetro do seu lar!

Reutilize e verticalize

Seu dinheiro livre vai para a leitura e você já não tem onde guardar os livros? Então economize aproveitando a escada como prateleira e apoio para as suas obras favoritas. Baús e malas antigas empilhadas também organizam com charme e facilidade!

Mude as percepções

Um recurso bastante indicado pelos profissionais da área é o espelho. Ele adiciona profundidade e amplia a percepção de espaço nos pequenos ambientes. Para criar um jogo visual interessante, aposte em vários modelos de diferentes tamanhos e molduras.

Cozinhando boas ideias

A área culinária pede por praticidade, dinamismo e interação. As banquetas resolvem a questão de convivência, enquanto suportes e aramados colocam tudo em seu devido lugar. Outro tempero secreto e delicioso para as cozinhas: preencha uma parede com tinta-lousa e tenha facilidade ao anotar receitas e listas do mercado.

Sob medida

Móveis modulares, planejados e sob medida são essenciais para os quartos. Abuse dos compartimentos e gaveteiros para acabar com a bagunça. A dica também vale para a sala e o home office.

Verde para todos

Hoje em dia não importa se você tem um grande jardim ou só a janela da cozinha sobrando, dá para cultivar flores e hortinhas com um pouco de criatividade. Os vasos da Boskke, por exemplo, ficam suspensos e ocupam poucos metros da casa. Jardins verticais e plantas apoiadas em prateleiras ou escadas são outras alternativas para trazer o frescor da natureza à rotina.

Fonte: westwing.com.br

Publicado em Decoração | Deixar um comentário

Erros comuns na hora de comprar um imóvel

Comprar uma casa não é uma tarefa nada simples. São muitas as dúvidas e armadilhas nas quais as pessoas podem cair se não tomarem o cuidado necessário. Alguns erros são muito comuns na compra de um imóvel. Para quem está pensando em adquirir um apartamento ou casa para morar, confira algumas dicas valiosas que certamente vão evitar armadilhas.


Desconfie de condições de pagamento muito simples

Na hora de vender o produto, alguns corretores estão mais interessados em garantir a sua comissão do que em serem sinceros com o comprador. Por isso, acabam dizendo para essas pessoas que o seu salário de R$1.000,00 é suficiente para comprar um imóvel de R$ 179 mil. Na realidade, mesmo que você consiga financiamento, certamente encontrará dificuldades em honrar com o pagamento das parcelas. Condições de pagamentos muito fáceis devem despertar desconfiança. Observe o comportamento do mercado antes de fachar o “negócio do século”.

Mentir a renda para comprar um imóvel

Outro erro muito comum entre quem compra imóveis, principalmente quem faz financiamentos é mentir sobre a renda. Na tentativa de conseguir uma liberação de financiamento maior, as pessoas acabam declarando uma renda acima do que realmente possuem. Essa prática é prejudicial, pois no final das contas você não conseguirá pagar a dívida assumida se não declarar corretamente o seu salário.


Falta de planejamento é problema para algumas pessoas que compram imóveis

Por mais que as condições de compra do imóvel oferecidas sejam vantajosas, não deixe de fazer um bom planejamento financeiro, pois o financiamento do valor a residência vai comprometer mais de 30% da renda familiar. Muitas pessoas pecam nesse quesito e por falta de planejamento acabam perdendo a casa por falta de pagamento. Isso faz com que recursos materiais sejam perdidos nessa tramitação, além de causar desânimo por ver o sonho da casa própria virar um pesadelo.

Fonte: mundodastribos.com

Publicado em Imóveis | Deixar um comentário

Decorações em preto e branco

O branco e preto são naturalmente duas cores clássicas; tanto na hora de se vestir, quanto na forma de decorar os ambientes. Ao contrário do que possa parecer, a decoração em preto e branco pode trazer várias opções e tornar o ambiente também bem moderninho!

Pra quem acha que criar uma decoração clássica é muito difícil, está bem enganado. Você não precisa necessariamente ter tudo preto e branco literalmente no espaço, os tons de cinza, off white, tons claros (nudes) e amadeirados também são muito bem vindos, pois eles trazem harmonia para o ambiente que você quiser decorar sem deixar o seu estilo de lado.

Como usar  preto e branco na decoração?

Os pretos podem ser usados nos acessórios, na cor da parede, em vários móveis menores e alguns  móveis maiores também, dependendo do tamanho do ambiente, pra não pesar muito e ficar tudo muito ‘gótico’. Com isso, você consegue distribuir os outros acessórios e objetos brancos no espaço, alternando com os cinzas, geométricos e também alguns coloridos.

Fonte: blog.oppa.com.br

Publicado em Decoração | Deixar um comentário

Home wedding: realizando um casamento em casa

A moda de se casar na casa dos pais ou de parentes, que já é bem comum nos Estados Unidos, e chega discretamente ainda ao Brasil. O chamado Home Wedding é ideal para quem quer reunir a família e fazer uma cerimônia personalizada, com a cara dos noivos.

A profissional Eloah Dias diz que o casamento pode ser celebrado em qualquer área de uma residência. “Claro que aqueles que têm uma casa com um belo quintal ou jardim preferem que a festa seja feita nestes ambientes, mas não há restrição de local”, afirma.

Porém, a quantidade de convidados e a estrutura do imóvel – como o número de banheiros disponíveis para uso – podem pesar nessa decisão. Na opinião de Eloah, o Home Wedding, por ter uma essência mais intimista, é ideal para uma lista de até 60 convidados.

Decoração – Na hora de arrumar os detalhes da festa, a dica de Eloah é abusar de objetos, móveis e elementos decorativos encontrados dentro de casa, mas que tenham um significado especial. “É para abusar do armário da vovó, da sogra, da mãe e das tias. Um conjunto de louça da família, um móvel, sofá, algo vintage que foi usado no casamento dos pais ou qualquer peça da família é bem-vinda”, completa.

Economia – Ao optar pelo Home Wedding, os noivos podem cortar gastos que costumam pesar no bolso, tal como o aluguel de salão e igreja. Pensando em economizar ainda mais, eles podem recrutar parentes e amigos próximos para ajudar nas tarefas de decoração, em especial aquelas do estilo “faça você mesmo”.

Contudo, Eloah alerta que não se deve fazer a opção pelo casamento em casa pensando apenas na economia de dinheiro, pois alguns eventos deste tipo podem sair mais caros que as cerimônias tradicionais. “O Home Wedding não é uma proposta para servir ao orçamento baixo. Este tipo de casamento mais íntimo pode ser muito luxuoso, cheio de detalhes e sofisticado, o que irá elevar bastante esses custos”, observa a especialista.

O importante é que, com ou sem dinheiro, o Home Wedding pode ser uma ótima opção para os casais que estão rumo ao altar.

Fonte: revista.zapimoveis.com.br

Publicado em Decoração | Deixar um comentário

Saiba o que levar em conta na hora de escolher o revestimento externo

O revestimento externo de uma residência precisa ser durável e resistente. O material também serve para decorar os ambientes externos. Daniel Fazenda Freire, engenheiro civil e diretor-executivo de uma empresa de engenharia, explica que os tipos de revestimentos mais comuns para a área externa são a pintura texturizada​, pedras, tijolinhos, concreto ou madeira. A pedra​ é a mais indicada pela pouca manutenção e por ter diversas opções de modelos e cores.​​

Esses materiais podem ser usados na decoração em uma única parede ou em uma churrasqueira ou lareira. Daniel diz que o preço não está atrelado à qualidade. “Muitas vezes está relacionado a origem do produto ou a sua exclusividade”, comenta.

De acordo com o engenheiro, a maior preocupação na hora da escolha deste tipo de revestimento é verificar a durabilidade e resistência ao tempo. Segundo ele, os principais erros na escolha dos produtos para área externa é a falta do preparo adequado do traço da massa d​o revestimento (chapisco e reboco, por exemplo) e fundo preparador, que podem ocasionar bolhas na pintura ou desprendimento do revestimento.

Na hora da colocação, para que o resultado seja satisfatório, o especialista indica contratar uma empresa especializada em colocação e executar uma boa impermeabilização.

Pisos da área externa

A madeira tratada e os pisos cimentícios são indicados para decks de piscina. “Além de antiderrapantes, não absorvem muito calor, o que é ideal para uma área em que muitas pessoas andam descalças”, explica Daniel.

Porcelanatos são uma boa opção para a área da churrasqueira ou da cozinha gourmet, pois são fáceis de limpar e  não absorvem água ou gordura. Eles não costumam riscar e aguentam bastante peso.

As cerâmicas rústicas dão muita personalidade ao espaço.

Ladrilhos hidráulicos criam um ambiente mais alegre. Investir em tratamento impermeável, que além de charmosos e coloridos são muito versáteis e podem ser usados também nas bancadas.

Para áreas que ficam muito expostas às intempéries, pavimentos permeáveis são uma ótima pedida, pois vão impedir que sua área externa fique encharcada. Pedras naturais, como a miracema, o arenito e o quartzito também são boas opções, pois ajudam a manter o aspecto natural do espaço e combinam com todo tipo de paisagismo.

Na área da garagem é importante que o piso aguente bastante peso. Por isso, pode ser válido investir em cimentícios, que são altamente resistentes, ou ainda em porcelanatos.

Fonte: revista.zapimoveis.com.br

Publicado em Construção Civil, Decoração, Imóveis | Deixar um comentário