Como combinar diferentes pedras na cozinha sem cair no exagero

Com o poder de enriquecer qualquer projeto, diferentes pedras naturais podem aparecer juntas num mesmo ambiente. Profissionais da área orientam sobre como obter resultados espetaculares, sem cair no exagero.

Para quem quer um projeto elegante e sofisticado, as pedras ornamentais são a escolha precisa. Neste contexto, o mix de pedras diferentes surge como uma excelente opção para trazer uma roupagem ainda mais nobre ao espaço. Mas é preciso cuidado na hora de combinar as rochas para não carregar o lugar e quebrar a harmonia.

“Uma boa dica para não errar é respeitar as características de cada pedra. Algumas não caem bem na cozinha, por exemplo. Outras não podem ser utilizados em banheiros. Então, não adianta lançar mão das pedras em locais onde elas não se adéquam que não vai dar certo. Outro detalhe que se deve ficar atento é com as cores. Deve-se manter a harmonia. O ideal é que um profissional de arquitetura/decoração faça essa análise”, explica Marcelo Milagre, diretor de uma marmoraria.

Segundo ele, qualquer pedra pode ser utilizada para criar um conjunto que vai trazer mais charme e requinte ao ambiente. Foi exatamente isso que fez a arquiteta Izabela Dinelli. A profissional combinou diferentes pedras de forma inteligente e criativa em uma cozinha. O resultou foi um projeto chique harmonioso que criou um clima muito agradável.

“Projetei uma cozinha e busquei nas pedras ornamentais o charme, a beleza e a sofisticação que o cliente solicitou para o ambiente. Utilizei um granito preto no piso e nas bancadas, como base para o ambiente. Já para revestir a ilha, a protagonista da cozinha, lancei mão do quartzito”, destaca Izabela.

A arquiteta conta como deve ser feita a escolha das pedras que irão compor o ambiente: “A ideia é ter apenas uma pedra de maior destaque e as demais neutras. Opte por dois modelos diferentes no máximo. Caso uma das pedras usadas seja exótica, as outras devem ser mais lisas”.

Ela também dá dicas para não errar na hora de combinar diferentes pedras ornamentais. “Opte por um tom e siga sempre as nuances dele. Para quebrar a monotonia em um ambiente todo em pedras e tons bege, por exemplo, ouse com uma pedra vermelha ou verde. Não tem como dar errado. Você mescla estilos e tons sem carregar”, ensina Izabela.

A profissional encerra elegendo os quartizitos como os queridinhos na hora de mesclar pedras para tornar um espaço mais atraente e encantador: “Os quartzitos são pedras fantásticas e que merecem sempre um lugar de destaque”.

Fonte: bonde.com.br

Esta entrada foi publicada em Decoração. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>